O Princípio da Soberania dos Estados Face ao Direito Internacional do Ambiente

Autores

  • Silvana Colombo

DOI:

https://doi.org/10.17921/2448-2129.2008v9n1p%25p

Resumo

Os Estados, em nome de sua soberania, resistem a qualquer tipo de ingerência, seja humanitária ou ecológica, porque ela se ocupa de um dos elementos formadores do Estado – o território. Mas, diante da necessidade de proteger o meio ambiente, a revisão do conceito de soberania enquanto poder absoluto e perpétuo, como teorizado por Jean Bodan, é imprescindível. A práxis deve ser no sentido de aproximação dos dois domínios: meio ambiente e direitos humanos, porque a defesa do meio ambiente se identifica e se aproxima da luta pelos direitos humanos. É neste sentido que a proteção dos direitos fundamentais do homem deve ser uma dimensão da soberania.

Downloads

Publicado

2015-07-03

Edição

Seção

Artigos