Comportamento do Consumidor: o Caso da Proibição das Sacolas Plásticas no Município de São Paulo, Brasil

Autores

  • Milena de Moura Régis
  • Ana Paula do Nascimento Lamano-Ferreira
  • Heidy Rodrigues Ramos
  • Maria Eduarda Soares
  • Guilherme Alonso Costa
  • Moisés Aparecido Valente
  • Pedro Luiz Cortês

DOI:

https://doi.org/10.17921/2448-2129.2015v16n2p74-79

Resumo

Esta pesquisa procurou verificar o comportamento do consumidor antes e após a proibição da distribuição gratuita de sacolas plásticas pelos supermercados na cidade de São Paulo (Brasil). Foram comparadas as estratégias utilizadas no período de adequação e no primeiro mês de proibição. Para isto foram realizadas observações durante dez semanas em quatro bairros, todos localizados no município de São Paulo. Foi observado o comportamento de 3.778 consumidores. Observou-se que 69% dos consumidores levavam suas compras nas sacolas plásticas, enquanto eram gratuitas. Após este período observou-se que 65% dos consumidores utilizaram sacolas ecológicas. Outros meios para armazenamento e transporte foram utilizados.

Downloads

Publicado

2015-11-25

Edição

Seção

Artigos