Análise do Processo de Terceirização de Pessoal Numa Instituição Federal de Ensino À Luz do Princípio Constitucional da Eficiência

Autores

  • Claudio Roberto Fernandes Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de MG - IFSULDEMINAS Instituto Machadense de Ensino Superior - IMES

DOI:

https://doi.org/10.17921/2448-2129.2016v17n2p110-120

Resumo

A terceirização de serviços aparece como estratégia de desenvolvimento de muitas organizações públicas e privadas. O Campus Machado do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS) terceiriza pessoal e por isso foi escolhido para ser analisado com o propósito de verificar se o princípio constitucional da eficiência é atendido quanto a terceirização de pessoal. Para tanto, empregou-se a abordagem qualitativa e quantitativa. Utilizou-se para a coleta de dados dois instrumentos: o primeiro com a diretora do departamento de administração e planejamento da instituição e o segundo com vinte e dois colaboradores cuja amostragem foi feita de forma intencional. Evidencia-se que a terceirização de pessoal, no IFSULDEMINAS Campus Machado, contribui e atende ao que apregoa o princípio constitucional da eficiência na administração pública, o que é corroborado tanto pela direção quanto pelos colaboradores.

Biografia do Autor

Claudio Roberto Fernandes, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de MG - IFSULDEMINAS Instituto Machadense de Ensino Superior - IMES

Servidor Público Federal do Ministério da Educação; Bacharel em Administração pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP); Bacharel em Direito pelo Instituto Machadense de Ensino Superior (IMES); Pós-Graduado em Gestão Pública pelas Faculdades Integradas de Jacarepaguá (FIJ). Autor de textos jornalísticos, crônicas e poesias, além de artigos científicos publicados em revistas jurídicas especializadas.

Referências

ALEXANDRINO, M.; PAULO, V. Resumo de direito administrativo descomplicado. 3. ed. São Paulo: Método, 2010.

ANDRADE, M.M. Introdução a metodologia do trabalho científico. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

BRASIL. Decreto-lei nº 200, de 25 de fevereiro de 1967. Dispõe sobre a organização da Administração Federal, estabelece diretrizes para a Reforma Administrativa e dá outras providências. Diário Oficial [da] União, Brasília, DF, 27 de fevereiro de 1967.

BRASIL. Lei Nº 5.645, de 10 de dezembro de 1970. Estabelece diretrizes para a classificação de cargos do Serviço Civil da União e das autarquias federais, e dá outras providências. Diário Oficial [da] União, Brasília, DF, 10 de dezembro de 1970

BRASIL. Decreto lei 2.300, 21 de Novembro de 1986. Dispõe sobre licitações e contrato da administração pública e dá outras providências. Diário Oficial [da] União, Brasília, DF, 25 de novembro de 1986.

BRASIL. Constituição (1988), Brasília, DF, 05 de out. de 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/ConstituicaoCompilado.htm>. Acesso em: 20 Jun. 2014.

BRASIL. Lei Nº 8.666, de 21 de junho de 1993 Regulamenta o Art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. Diário Oficial [da] União, Brasília, DF, 21 de junho de 1993.

BRASIL. Decreto n. 2.271, 7 de julho de 1997. Dispõe sobre a contratação de serviços pela Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional e dá outras providências. Diário Oficial [da] União, Brasília, DF, 8 de julho de 1987.

BRASIL. Lei n. 11.091, de 12 de janeiro de 2005. Dispõe sobre a estruturação do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação, no âmbito das Instituições Federais de Ensino vinculadas ao Ministério da Educação, e dá outras providências. Diário Oficial [da] União, Brasília, DF, 13 de janeiro de 2005.

BRASIL. Tribunal Superior do Trabalho. Súmula nº 331. Contrato de prestação de serviços. Legalidade. Disponível em: <http://www3.tst.jus.br/jurisprudencia/Sumulas_com_indice/Sumulas_Ind_301_350.html#SUM-331>. Acesso em: 24 jun. 2015.

CERVO, A.L.; BERVIAN, P.A.; SILVA, R. Metodologia científica. 6. ed São Paulo: Prentice Hall, 2007.

GIL, A.C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

MARTINS, S.P. Direito do trabalho. 27. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

MARTINEZ, L. Curso de direito do trabalho. 5. ed. São Paulo: Saraiva, 2014.

MEIRELLES, H.L. Direito administrativo brasileiro. 32. ed. São Paulo: Malheiros, 2006.

MAZZA, A. Manual de direito administrativo. 4 ed. São Paulo: Saraiva, 2014.

NUNES, R. Manual da monografia jurídica: como se faz uma monografia, uma dissertação, uma tese. 10. ed. São Paulo: Saraiva, 2013.

PALUDO, A.V. Administração pública: teoria e questões. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

Downloads

Publicado

2016-12-09

Edição

Seção

Artigos