Prospecção de elementos formadores de atratividade turística no segmento de Turismo Cultural: Estudo de caso no Município de Campo Mourão – PR.

Autores

  • Simone Vassallo Monteiro Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR

DOI:

https://doi.org/10.17921/2448-2129.2016v17n2p152-161-

Resumo

 


O objetivo deste trabalho é investigar elementos que possam integrar o segmento de Turismo Cultural no Município de Campo Mourão – PR. O Município em questão está localizado na Mesorregião Centro Ocidental do Paraná e na Microrregião de Campo Mourão, a  qual está integrada à Região Turística da Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão – COMCAM. Trata-se de um trabalho de prospecção com o objetivo de acrescentar elementos que possam se somar aos atrativos turísticos do Município, objeto desta pesquisa. Este trabalho se constitui em estudo de caso e será empregado o método exploratório com abordagem qualitativa empregando a entrevista como técnica de pesquisa. Os dados serão tratados de forma analítica descritiva. Os resultados obtidos, até o momento são parciais.


Biografia do Autor

Simone Vassallo Monteiro, Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR

Profª. Me. do Curso de Turismo e Meio Ambiente do Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR - Campus  de Campo Mourão.

Referências

REFERÊNCIAS

ACERENZA, Miguel A. Administração do turismo: conceituação e organização. Bauru, SP: EDUSC, 2002, v.1.

ALARIO, Raphael. O homem é um animal social – Aristóteles. Disponível em: < http://projetophronesis.com/2009/01/10/o-homem-e-um-animal-social-aristoteles/ >. Acesso em: 06/09/2015.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (CF/88). LOPES, Marco Antônio Ribeiro (Coord.). Constituição Federal. 4ª. ed. rev. e atual. – São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 1999.

BRASIL. Ministério do Turismo. Turismo Cultural: orientações básicas. / Ministério do Turismo, Secretaria Nacional de Políticas de Turismo, Departamento de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico, Coordenação-Geral de Segmentação. – 3. ed.- Brasília: Ministério do Turismo, 2010. Disponível em: http://www.turismo.gov.br/export/sites/default/turismo/o_ministerio/publicacoes/downloads_publicacoes/Turismo_Cultural_Versxo_Final_IMPRESSxO_.pdf . Acesso em: 25/11/2014.

BRASIL, Ministério do Turismo. Segmentação do Turismo: Marcos Conceituais. Brasília: Ministério do Turismo, 2006.

BRASIL. Ministério do Turismo. Lei 11.771 de 17 de setembro de 2008. Dispõe sobre a Política Nacional de Turismo, define as atribuições do Governo Federal no planejamento, desenvolvimento e estímulo ao setor turístico; revoga a Lei no 6.505, de 13 de dezembro de 1977, o Decreto-Lei no 2.294, de 21 de novembro de 1986, e dispositivos da Lei no 8.181, de 28 de março de 1991; e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11771.htm. Acesso em: 17/05/2015.

BRASIL. Decreto-Lei nº 25, de 30 de novembro de 1937. Organiza a proteção do patrimônio histórico e artístico nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del0025.htm . Acesso em: 21/04/15.

BOULLÓN, Roberto C. Planejamento do espaço turístico. Baurú, SP: EDUSC, 2002.

CERVO, Amado L.; BERVIAN, Pedro A. Metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2002.

COLÉGIO ANCHIETA. Rede Jesuítica de Educação. História. Disponível em:

< http://www.colegioanchieta.org.br/historia.html >. Acesso em 06/09/2015.

DENCKER, Ada de Freitas Maneti. Métodos e técnicas de pesquisa em turismo. São Paulo: Futura, 1998.

DURHAM, Eunice Ribeiro. Cultura, patrimônio e preservação. texto II. In: ARANTES, Antônio Augusto (Org.). Produzindo o passado – Estratégias de construção do patrimônio cultural. São Paulo: Brasiliense: 1984, p.23-34.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL, (Brasil). Patrimônio Imaterial. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/portal/montarPaginaSecao.do?id=10852&retorno=paginaIphan. Acesso em: 25/11/2014.

INSTITUTO DE TERRAS, CARTOGRAFIA E FLORESTAS (ITCF). Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Estado do Paraná. Campo Mourão. Curitiba, out. 1987.

INSTITUTO DEL PATRIMONIO CULTURAL DE ESPANÃ (IPCE). Carta de Atenas, 1931. Disponível em: http://ipce.mcu.es/pdfs/1931_Carta_Atenas.pdf . Acesso em: 06/05/2015.

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (IPHAN). Patrimônio cultural. Disponível em: <http://portal.iphan.gov.br/portal/montarPaginaSecao.do?id=20&sigla=PatrimonioCultural&retorno=paginaIphan> . Acesso em: 05/04/2015.

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (IPHAN). Normas de Quito. nov./dez., 1967. Disponível em: <http://www.iphan.gov.br/baixaFcdAnexo.do?id=4677 >. Acesso em: 06/05/2015.

INSTITUTO PARANAENSE DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL. Caderno Estatístico Município de Campo Mourão. Set./2015. Disponível em: < http://www.ipardes.gov.br/cadernos/MontaCadPdf1.php?Municipio=87300 > Acesso em: 07/09/2015.

ITO, Claudemira Azevedo. Evolução histórica do turismo e suas motivações. REVISTA TÓPOS. v.2, n.1, 2008, p. 123 – 141. Disponível em: <http://revista.fct.unesp.br/index.php/topos/article/viewFile/2208/2021 >. Acesso em: 21/05/2015.

LEITE, Serafim. História da Companhia de Jesus no Brasil. SANTOS, César Augusto dos et.al. (Orgs.). São Paulo: Edições Loyola, 2004.

LEMOS, Carlos A.C. O que é patrimônio histórico. São Paulo: Editora Brasiliense, 1981.

MARTINS, Romário. História do Paraná. 3. ed., Curitiba, Guaíra, s.d., 378 p.

MICHAELIS. Dicionário de português online. Melhoramentos Disponível em: http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=teoria . Acesso em: 17/05/2015.

MONTEIRO , Simone V, Análise Da Potencialidade Turística Do Litoral E Centro Urbano Do Município De Rio Das Ostras – Rj: Um estudo de viabilidade para formação de cluster turístico. Projeto de dissertação apresentado para defesa no Curso de Pós-Graduação Stricto Sensu em Turismo e Hotelaria Mestrado Acadêmico da Universidade do Vale do Itajaí - Balneário Camboriú – SC. 2005.

NEVES, Berenice Abreu de Castro. Patrimônio cultural e identidades. MARTINS, José Clerton de Oliveira (Org.). Turismo, cultura e identidade. São Paulo: Roca, 2003. p. 49-61.

OLIVEIRA, Sílvio Luiz de. Tratado de metodologia científica: Projetos, TGI, TCC, monografias, dissertações e teses. São Paulo: Pioneira Thomson, 2004.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO TURISMO. Introdução ao turismo. São Paulo: Roca, 2001.

__________ . Guia de desenvolvimentos do turismo sustentável. Porto Alegre: Bookman, 2003.

PELEGRINI FILHO, Américo. Ecologia, cultura e turismo. Campinas, SP: Papirus, 1992.

RICHARDS, Greg. Definindo turismo cultural. In: CAMARGO, Patrícia de; CRUZ, Gustavo da (Orgs.). Turismo cultural: sustentabilidade e tendências. Ilhéus: Editus, 2009, p. 25-48.

RODRIGUES, Marly. Preservar e consumir: o patrimônio histórico e o turismo. In: FUNARI, Pedro Paulo; PINSKY, Jaime (Orgs.). Turismo e patrimônio cultural. 3. ed. São Paulo: Contexto, 2003. p. 15-26.

SANTOS, Milton. Por uma geografia nova: da crítica da geografia a uma geografia crítica. São Paulo: Edusp, 2002.

SOUZA , Carla Gabrieli Galvão de. Patrimônio Cultural: O processo de ampliação de sua concepção e suas repercussões. Revista dos Estudantes de Direito da UnB. Brasília, 7. ed. p. 5-21. Disponível em: <http://www.arcos.org.br/periodicos/revista-dos-estudantes-de-direito-da-unb/7a-edicao/patrimonio-cultural-o-processo-de-amplicao-de-sua-concepcao-e-suas-repercurssoes >. Acesso em 07/04/2015.

SOUZA, Juliana Fontini de; BORSATO , Victor da Assunção. Caracterização Bioclimática de Campo Mourão. Revista Geonorte, Edição Especial 2, v.1, n.5, p.88 – 98, 2012.

Disponível em: < http://www.revistageonorte.ufam.edu.br/attachments/013_(CARACTERIZA%C3%87%C3%83O%20BIOCLIM%C3%81TICA%20DE%20CAMPO%20MOUR%C3%83O).pdf > . Acesso em: 07/09/2015

THEÓPHILO, Carlos Renato; MARTINS, Gilberto de Andrade. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

VEIGA, Pedro da. Campo Mourão: Centro do progresso. Maringá: Bertoni, 1999.

ZANIRATO, Sílvia Helena; RIBEIRO, Wagner C. Patrimônio cultural: a percepção da natureza como um bem não renovável. Revista Brasileira de História. São Paulo, v.26 n.51, jan./jun. 2006.

Downloads

Publicado

2016-12-09

Edição

Seção

Artigos