Percepções de Marca e Comportamento do Corredor de Rua

Autores

  • Joana Ferreira Ahouagi
  • Marlusa de Sevilha Gosling
  • Marcelo Aureliano Monteiro de Andrade

DOI:

https://doi.org/10.17921/2448-2129.2015v16n1p%25p

Resumo

Este estudo teve como objetivo central identificar as marcas mais relacionadas à corrida de rua, segundo as percepções dos próprios corredores de Belo Horizonte, MG, além de verificar suas principais impressões em relação a elas. Foi analisado, ainda, o comportamento desses indivíduos em relação às decisões de consumo dentre as diversas marcas atuantes neste segmento, assim como a compatibilidade das estratégias e do posicionamento buscados pelas organizações junto às percepções dos corredores. Para tanto, realizou-se uma pesquisa exploratória qualitativa, adotando-se um roteiro de entrevistas semiestruturado e uma amostragem por conveniência. O perfil buscado restringiu os respondentes a homens e mulheres que tivessem ao menos um ano de prática regular de corrida e que houvesse participado de no mínimo uma corrida de rua organizada em Belo Horizonte nos últimos doze meses. Dentre os principais resultados, verificou-se haver uma restrita relação de marcas que são associadas pelos corredores à corrida de rua. Além disso, foram identificadas algumas marcas de artigos esportivos com um bom posicionamento de mercado, uma vez que têm sido eficazes em comunicá-lo a seu público-alvo. A metodologia usada se limita a pontuar fatos isolados e a apontar novos direcionamentos para pesquisas – como, por exemplo, a compreensão mais aprofundada acerca das estratégias das marcas que aparentaram ser bem sucedidas nesta pesquisa –, e não se propõe a impor generalizações de suas conclusões ao restante da população analisada.

Downloads

Publicado

2015-07-03

Edição

Seção

Artigos